• Posted by : Lízi 10 de abr de 2015



    Estou faz teeeempo pra fazer um post desses e pretendo ter outros! Vou colocar eles juntos em uma página aqui no blog que vai estar ali em cima junto com o ‘home’ e o ‘sobre o blog’ ok?

    Então bem vindos ao primeiro post sobre o perfil de um(a) mangaká! O que é isso? A tia Lízi vai dizer umas informações sobre a (o) mangaká, citar um pouquinho de sua história e falar um pouquinho de alguns dos seus trabalhos, deixando os outros pra vocês verem por conta própria na íntegra, ok? Vamos lá então!

    Nome: Ai Yazawa (矢沢あい)

    Data de nascimento: 07/03/1967.

    Local de nascimento: Prefeitura de Hyogo, Japão

    Tipo sanguíneo: B

    Interesses: Piano, moda e mangá.

    Livros favoritos: Bonjour Tristesse por Francoise Sagan, Eien No Ko (The Eternal Child) por Arata Tendo.

    Filmes favoritos: Gattaca, Death in Venice, Velvet Goldmine.

    Aspirações: Yazawa-sensei estudou piano quando era mais nova, e queria fazer parte de uma banda (se acredita que daí surgiu a inspiração para a criação de Black Stones do mangá NANA). Ela também queria ser design de moda e chegou a entrar na escola mais concorrida de moda do Japão, a academia de moda de Osaka, mas decidiu de vez que seu futuro estava em criar mangás.

    Sua primeira publicação: Ela desenhou seu primeiro mangá quando tinha treze anos! Sua primeira publicação oficial não demorou muito. Ele foi publicado na revista Ribon quando ela tinha dezoito anos, na primavera de 1985. O mangá se chama Ano Natsu. Seu primeiro sucesso comercial mesmo foi o mangá 15-nenme, um shoujo que fala da vida da estudante Hitomi e seu amor pelo professor, ele cativou os leitores principalmente pelo senso de moda da história. Gokinjo Monogatari, publicado em 1995 foi seu primeiro mangá que foi adaptado para anime. O anime foi ao ar começando em setembro de 1995. Gokinjo é uma história que antecede os acontecimentos de Paradise Kiss, outra obra muito famosa sua.
    Ai Yazawa vendeu muito mais de 100,000,000 cópias de seus vários títulos só no Japão e também é um sucesso fora dele. Sua fama vai tão longe, que ela ganhou o prêmio Shogakukan Manga em 2002 e até inspirou talentos como Gwen Stefani!

    Personagens favorito de NANA: Ela prefere o Takumi, pois acredita que ele parece muito com um cara real, por causa de suas emoções e etc. Seu segundo favorito é Shin.

    Sua inspiração para NANA: Ela queria criar uma história que todo mundo pudesse se identificar (e acho que conseguiu hein?). Ela tem muitos personagens para explorar todas as facetas emocionais que ela puder para alcançar uma audiência maior ainda.

    A sua razão para criar duas NANAs: Ela teve a ideia de ter duas mulheres com dois nomes, mas com personalidades completamente diferentes. Ela acredita que a maioria das mulheres se identifica com a Hachi (Nana Komatsu) e que a maioria admira a Nana Osaki.

    Algumas outras curiosidades: Enquanto produzia NANA, ela dormia mais ou menos três horas por dia. Ela disse que era um bom dia quando conseguia dormir seis horas.

    Yazawa-sensei acredita que as pessoas carregam consigo muitos sentimentos contraditórios. Os personagens são a fundação da sua escrita. Suas ações mudam e moldam a história através de suas motivações que vem de suas personalidades. Ela admitiu que até ela mesma se surpreende com o rumo que a história toma por causa disso.

    Ela também deu um conselho importante a todos querem uma dica sobre escrever: Criem personagens com características diferentes destacadas (físicas ou mentais) para que eles fiquem na mente do leitor.

    Infelizmente a saúde de Yazawa-sensei piorou por motivos que nunca foram revelados ao público em 2009, e a série NANA foi posta em um hiatus que dura até hoje.


    Onde está Yazawa-sensei agora? Em maio de 2014 a revista japonesa Cookie, lançou uma tirinha do quarto de Junko. Foi a primeira vez que uma tirinha de NANA foi publicada em mais de quatro anos. O mangá continuou de novo até setembro de 2014, quando foi novamente colocado em hiato.

    ★★★

    Meus pensamentos sobre Ai Yazawa

    Eu conheci NANA antes de qualquer outro trabalho da sensei, e foi em uma época onde eu já tinha um relacionamento sério e tranquilo, mas ainda era muito jovem. Eu gostava muito de ler shoujos e NANA foi meu primeiro contato oficial com o gênero Josei, eu devia ter uns dezesseis anos ou dezessete na época, mas aquilo mudou a minha vida. Era uma história absurdamente crível que eu realmente podia me identificar em várias partes, e como dito ali em cima, eu realmente admiro a Nana Osaki. O Josei entrou na minha no momento em que eu já estava pronta pra deixar de ser uma menina e ser uma mulher na cabeça também, pelo menos sobre alguns assuntos eu ainda era bem menina na época. Depois eu conheci Paradise Kiss, vi o anime e comprei o mangá e de novo, saíram borboletas do meu cérebro, pra não dizer que ele explodiu com vigor e espalhou os pedaços por todo o quarto! E eu acho que aí eu notei que a Yazawa-sensei atingiu seu objetivo com a escrita. Ela mudou minha mentalidade para o melhor em muitas coisas e me deu algumas noções da vida que eu não tinha antes, por simples falta de experiência (e ser extremamente caseira), e é o principal motivo por eu amar tanto ela e suas obras. Cada uma delas pode mudar o coração do leitor, e assim atingir outros níveis, podendo até mudar mesmo a pessoa em si, como aconteceu comigo. Esse tipo de escrita mágica é muito rara e muito poderosa hoje em dia, e ela existe em todos os lugares sim, pra todos os gostos! Pra mim a Yazawa-sensei é um talento nato pra josei como a Arina-sensei é pro Shoujo.

                                                                                ★★★

    As obras de Ai Yazawa

    Aqui vai uma lista dos trabalhos publicados da sensei, e depois vou falar um pouquinho de alguns trabalhos dela.

    • 15-nenme (1986)
    • Love Letter (1987)
    • Kaze ni Nare! (1988)
    • Escape (1988)
    • Ballad Made Soba ni Ite (1989, 2 volumes)
    • Marine Blue no Kaze ni Dakarete (1990–1991, 4 volumes)
    • Usubeni no Arashi (1992)
    • Tenshi Nanka Ja Nai (1992–1995, 8 volumes)
    • Gokinjo Monogatari (1995–1998, 7 volumes)
    • Kagen no Tsuki (1998–1999, 3 volumes)
    • Paradise Kiss (2000–2004, 5 volumes, publicados pela Shodensha)
    • Nana (2000–pausa, 21 volumes)


    Ballad Made Soba ni Ite: Mais um trabalho antigo de Yazawa, contém dois volumes. Foi primeiramente serializado pela Ribon. Shueisha publicou os dois volumes em 1989 e depois os republicou junto com outras séries antigas em 2008.

    Resumo: Hiromi Nomura é uma garota que não tem aspirações e se sente deixada para trás. Um dia, ela acaba vendo seu colega de classe, Hiroshi Miyamoto, cantando e fica emocionada com sua música. Hiromi sempre achou que Miyamoto se sentia tão perdido quanto ela, mas ele quer se tornar um cantor profissional. Hiromi então decide que também vai ser uma cantora.

    Publicado no Brasil? Não.

    Disponível para leitura online? Sim. (http://mangafox.me/manga/ballad_made_soba_ni_ite/)





    Marine Blue no Kaze ni Dakarete: Haruka Tachibana é uma jovem que trabalha em um café perto da praia, onde ela caminha frequentemente com seu cachorro, Dolphin. A tranquilidade da sua rotina é alterada quando sua amiga Ippei Shmizu, surfista, e um novo desafiante, Tooru Arikawa se desafiam e Ippei perde.
    O vencedor é nada menos que seu primeiro amor, que havia retornado depois de quatro anos vivendo nos estados unidos.

    Publicado no Brasil? Não.

    Disponível para leitura online? Sim. 







    Gokinjo Monogatari: Esse é o mangá que conta a história anterior a Paradise Kiss. Se tu já leu ou assistiu Paradise Kiss, então confira Gokinjo Monogatari! Ele também foi adaptado para anime.

    Resumo: Mikako tem o sonho de ser uma designer de moda, então ela se foca em estudar na escola de moda Yazawa com seu amigo de infância Tsutomu. Mas, ele parece um astro do rock então chama mais atenção que ela, especialmente de um veterano bem popular. Incapaz de lidar com seus sentimentos em relação ao Tsutomu, Mikako devota seu tempo a um novo clube do tipo "mercado de pulgas" que ela critou com seus amigos no campous. Mas esse clube só aproxima mais Tsutomu e Mikako.

    Nesse mangá a própria Yazawa aparece como personagem e alguns personagens de outros mangás dela também.

    Publicado no Brasil? Não.

    Gokinjo foi adaptado para anime! Procure no seu fansub favorito ou online!

    Disponível para leitura online? Sim.
    Em inglês: (http://mangafox.me/manga/gokinjo_monogatari/).

    Paradise Kiss: Hayasaka Yukari, 17 anos, está para prestar o vestibular. Ela sempre se dedicou aos estudos, tentando ser a primeira da classe, e mesmo estudando bastante faz cursinho, por pressão de sua família.

    Um belo dia, Yukari está indo para o cursinho e um punk aborda-a, dizendo ser seu "dia de sorte". A garota, pensando ser um assalto (ou até mesmo coisa pior), foge, e acaba esbarrando em uma mulher com roupas estranhas, a qual Yukari chama de Shinigami ("deus da morte", em japonês), assim, a garota desmaia.

    Quando acorda, ela descobre que está no ateliê de um grupo de formandos da Yazawa Gakuen, uma escola um tanto diferente, onde alunos e alunas do ginásio até a faculdade, podem se dedicar às matérias comuns e algum ramo da moda. O grupo é formado pelo estilista George (Joji em japonês), com talento e ego descomunais, e seus auxiliares, Arashi, o punk, Miwako, uma linda menina, e Isabella, um travesti (que ela confunde primeiramente com um shinigami). Essas pessoas estavam procurando uma modelo para desfilar para eles no concurso que encerra o último ano letivo deles na universidade de moda, mas Yukari ainda assustada com a aparência estranha daquelas pessoas recusa o convite e vai embora, porém, ela deixa sua Identidade Estudantil cair.

    George não desiste dela, Yukari fica curiosa a respeito dos planos do grupo, e acaba, depois de alguma resistência, embarcando na aventura e pagando um alto preço por isso, já que sua família fica toda contra essa ideia.

    Publicado no Brasil? Sim! Ele foi publicado pela editora CONRAD! E Atenção: É o primeiro Josei que foi publicado no Brasil!

    Paradise Kiss também tem anime! Procure no seu site favorito ou fansub!

    Disponível para leitura online? Em inglês completo (http://mangafox.me/manga/paradise_kiss/) e em português incompleto (https://mundodoshoujo.wordpress.com/paradise-kiss/)

    NANA: É o último trabalho de Yazawa antes de desaparecer dos holofotes por motivo de saúde.
    Resumo: Nana 'Hachi' Komatsu espera que se mudando para Tokyo ela possa ter um novo começo e se livrar do seu péssimo histórico amoroso. Nana Osaki, que chega na cidade ao mesmo tempo que ela, planeja se dar bem no mundo da música. Apesar dessas duas jovens mulheres terem passados bem diferentes, elas rapidamente se tornam melhores amigas em um mundo turbulento de sexo, música, moda, fofocas e festas a noite toda!

    NANA também foi adaptado para anime! Procure no seu fansub favorito ou para assistir online!

    Publicado no Brasil? Sim!

    Disponível para ler online? Em inglês (http://mangafox.me/manga/nana/).

    E aí, curtiram o perfil da Ai Yazawa-sensei? Sei que é um artigo super extenso, mas espero que tenham gostado! Qualquer dúvida, sugestão ou puro elogio ao meu trabalho lindo, comentem a vontade!


    0 comentários

  • Copyright © 2013 - Nisekoi - All Right Reserved

    Uma futura bibliotecária apaixonada por mangás Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan