• Posted by : Lízi 23 de dez de 2015


    E aí devoradores de mangás gracinhas da tia, tudo bem? Lhes escrevo hoje do trabalho, porque precisava recomendar essa leitura apesar de só termos o primeiro capítulo ainda, afinal, é paris! Vampiros! E tudo que eu já disse ali em cima.
                Por um acaso eu esbarrei em um site brasileiro que possui o mangá já traduzido. QUE RÁPIDO! MUITO AGRADECIDA VIU?! Postarei o site para que possam ler ao final do artigo, oui?
                O que eu vi em Vanitas é uma coisa que me fascina muito na Jun: tu sabe que tem mão dela ali, tu sabe que é Jun! Mas as histórias não são parecidas e os personagens que ela cria tem traços distantes que identificam o traço dela, mas não deixam de atribuir uma identidade própria a cada personagem. Eu não me importo se o mangaká desenha todo mundo parecido em toda santa obra, mas é legal ver que ela ainda tem gás para fazer gente bem diferente, e deixar sua impressão ali. Não é fácil, vida de mangaká é muito difícil!! E por isso, vamos todos tirar o chapéu pra ela que o character design ta 10/10!
                Très bien! O mangá está em andamento, começou a ser publicado em 22 deste mês (ISSO MESMO!) e é o terceiro mangá da Jun. O primeiro é o Crimson Shell (traduzido por mim, editado pela Lih e publicado no nosso site e no do OMG scan! Link: http://scarletrosescans.blogspot.com.br/2011/09/crimson-shell.html) , seguido pelo Pandora Hearts,  que vai sair aqui e recentemente teve seu fim per-fei-to!

    Sei lá, chorei litros.


    Mas e a história? Well, mon chaton...ela conta a história de uma Paris steampunk + vitoriana onde os vampiros estão tocando terror. Um conflito entre humanos e vampiros já ocorreu e pasme! Os humanos ownaram os vampiros, mas nada que não se possa reverter. Apesar da igreja ter investigadores, caçadores e todos os cargos legais pra se matar vampiros, existe uma lenda sobre um livro azul de páginas negras com um mecanismo de tempo ligado a uma corrente de prata que se chama o livro de Vanitas, e nosso personagem principal (Sim, Noé) foi criado para achar esse livro delicia, afim de descobrir um segredo danado que o mestre dele não falou (ao contrário de muitas pessoas que saem dando spoiler, o mestre dele foi forte. Força de espirito: a gente vê em uma Paris vitoriana com vampiros).  No primeiro capitulo tudo foi muito lindo, consistente, instigante e 10/10, GGWP e tudo mais que se diga por aí.
                Claro que no meio do caminho num dirigível incrivelmente steampunk, nosso protagonista (e o gato dele, não vamos esquecer do gato Murr), encontram uma bela e desamparada dama que...toda aquela coisa de sempre das belas damas desamparadas né. Só que não! A moça se revela uma criatura sanguessuga e Noé é salvo (salvo? rs) por um cara cheio da pose, mas meio atrapalhado que se intitula um doutor que CURA OS VAMPIROS!!! Com o que?! O livro...pois é, daí gente...o que Noé vai fazer? O que o gato vai fazer?! Mais importante que tudo: A Jun desenhou aquele dirigível sozinha? OMG!! Tudo isso só lendo as 86 páginas traduzidas lindamente (E quem sabe, sabe...eu sou muito chata com tradução BR) pelo pessoal mais rápido do mundo do breakerscan!

                Nunca que eu ia contar o final, nem pensem que saí spoilando tudo não!! Pode acreditar que eu deixei uns rombos na explicação do tamanho da bunda da...saberão quando lerem tudo ;) (nem isso eu conto. Eu e o mestre lá tamo junto!)


    As imagens usadas neste post também pertencem ao pessoal do breaker scan :D
    Mais uma vez, essa humilde leitora, tradutora e compradora compulsiva de mangás agradece a todos que leram e riram ou choraram ou me xingaram. Espero que tenham um ótimo Natal e um bom ano novo, mas não se esqueçam de economizar na festa, porque 2016 ta cheeeio de títulos ééépicos pra fazer todo mundo declarar falência junto!

    0 comentários

  • Copyright © 2013 - Nisekoi - All Right Reserved

    Uma futura bibliotecária apaixonada por mangás Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan